+55 41 2169-7777

6 vantagens de utilizar integrações em um ambiente híbrido

3 de novembro de 2020
6 vantagens de utilizar integrações em um ambiente híbrido

A transformação digital já faz parte do dia a dia das empresas. Para se manter alinhado com as demandas de mercado, garantindo agilidade no cumprimento das tarefas e nas capacidades de inovação, é essencial aliar-se à tecnologia. Neste contexto, a infraestrutura híbrida — ou ambiente híbrido —  é o modelo que reúne duas das principais soluções de tecnologia no ambiente empresarial: cloud computing e infraestrutura própria de hardware.

No modelo de infraestrutura híbrida a empresa tem condições de manter um controle mais eficiente das informações sensíveis, bem como do acesso que é dado a elas, além de conseguir utilizar esses dados por sistemas remotos — como a nuvem.

Mas, afinal, por que vale a pena investir em uma infraestrutura híbrida? Quais são as vantagens de utilizar integrações neste modelo? Neste artigo, elencamos seis motivos que vão ajudá-lo a entender por que essa prática tem se tornado uma realidade cada vez mais comum dentro das empresas. Confira!

1 –  Permite a utilização de recursos combinados

Combinar recursos é considerada uma das grandes vantagens do modelo híbrido. Isso porque, ao optar por este modelo, a empresa consegue garantir a versatilidade e maleabilidade de um sistema em nuvem, somado a confiança e segurança de um data center on-premises.

A possibilidade de aliar esses dois elementos pode ser feita de diferentes formas, o que garante personalização e adaptação às necessidades de cada negócio. Desta forma, o empresário tem acesso a uma tecnologia eficiente e segura que pode ser totalmente adequada às suas demandas.

2 – Aumenta a segurança da informação

Uma das razões que levam as empresas a optarem pelo ambiente híbrido é justamente a necessidade de manter um controle seguro das informações. Neste sentido, o modelo é escolhido justamente para manter perto as informações mais sensíveis do negócio, eis que garante um controle de acesso mais próximo da equipe de TI.

Enquanto isso, a utilização dos dados no âmbito dos processos produtivos é feito por um sistema remoto, na nuvem. Perceba que isso aumenta a segurança da informação sem prejudicar a produtividade!

3 – Promove mais mobilidade aos usuários

A mobilidade oferecida aos usuários é outro aspecto relevante do sistema híbrido. Com ele, é possível trazer mais flexibilidade para os colaboradores, especialmente quando se trata de trabalho remoto e amplo acesso aos processos produtivos, mesmo estando fora da empresa.

A TI híbrida permite que os gestores consigam manter o core da empresa hospedado em data centers on-premises, criando um ambiente favorável para que o funcionário acesse o sistema onde e quando quiser.

Esta dinâmica é fundamental para que o negócio se mantenha funcionando de forma eficiente, garantindo competitividade e excelência operacional.

4 – Permite o aproveitamento de investimentos anteriores

Uma das grandes dificuldades dos empresários quando o assunto é mudança no sistema de informação, diz respeito a preocupação de perder os investimentos anteriormente realizados para se ter a infraestrutura local atual.

De fato, trata-se de uma preocupação consistente, já que investimentos em TI geralmente tem um custo elevado para o caixa da empresa. Entretanto, quando se fala em TI híbrida, as empresas não perdem os investimentos realizados anteriormente e que incluíram adaptação ao sistema em nuvem.

Isso porque o modelo híbrido se beneficia do que é exclusivo da nuvem, sem deixar de usar o data center “in house”. Assim, a companhia tem condições de reunir e distribuir o que considera mais importante, além de poder aproveitar da demanda alta de segurança para a nuvem e manter suas operações mais simples em seus servidores próprios.

Logo o investimento não é perdido, pelo contrário, os recursos aplicados anteriormente continuam sendo aproveitados e o gestor apenas garante um “up” na sofisticação dos sistemas e processos organizacionais.

5 – Favorece a redução de custos com manutenção e infraestrutura

A manutenção e até mesmo redução dos custos é outra vantagem que também merece destaque. Pouca gente sabe, mas é possível economizar mesmo com o modelo híbrido!

Essa economia acontece principalmente se a empresa optar pela virtualização das operações, ou seja, escolher o modelo no qual os servidores internos fiquem apenas com o armazenamento e controle.

Imagine, por exemplo, se você optar pela substituição de licenças de softwares por modelos SaaS. Na prática, você vai gastar somente com aquilo que estiver utilizando, ampliando assim a previsibilidade do investimento.

Desta forma, ferramentas, suporte técnico e outros recursos se tornam flexíveis, e você só os utiliza quando for necessário. Podendo, assim, gerir de forma mais dinâmica e inteligente as finanças da sua empresa.

6 – Traz ganho estratégico

Como você pode perceber, com a utilização de um sistema híbrido toda parte operacional da empresa é direcionada para a nuvem, fazendo com que a equipe de TI não precise se preocupar com tarefas e rotinas passíveis de automatização.

Todo o tempo que é conquistado com essa transição, se transforma em ganho estratégico e em possibilidades de direcionamento inteligente das demandas internas. Isso porque, o profissional tem mais tempo livre para executar outras atividades que são importantes para o desenvolvimento tático do negócio.

Entre as principais vantagens alcançadas com os modelos híbridos estão a possibilidade de utilizar os recursos de forma combinada, o aumento da segurança da informação, a promoção de mobilidade entre os usuários, a possibilidade de o empresário aproveitar investimentos anteriores e a redução de custos com manutenção e infraestrutura.

Você quer saber como utilizar um modelo híbrido na sua empresa? Entre em contato conosco e descubra como implementar melhorias no sistema de TI do seu negócio. A Teletex conta com os melhores profissionais para ajudar a alavancar a sua companhia!